quarta-feira, 24 de maio de 2017

O Gajo - Longe do Chão


Lisboeta de gema, João Morais, membro de bandas punk rock como os Gazua (entre outras), fez algures uma inflexão (ou não) e agarrou-se à viola campaniça, tentando musicar a sua cidade.
A esse projecto deu-lhe o nome de "O Gajo", e o seu registo discográfico, leva o nome de "Longe do Chão"
Quando à partida poderemos pensar que a campaniça não tem nada a ver com Lisboa, ao ouvir as malhas que ele construiu, acabamos por ver que "a coisa" faz bastante sentido.
 Na passada semana tive o prazer de o ouvir a explicar a sua música no programa "Indiegente", e a sua conversa com o Nuno Calado é o melhor "cartão de visita" para o disco que poderíamos ter.
Oiçam tudo a partir do minuto 21, eu fiquei encantado com a música e com a conversa, sabe muito bem ouvir rádio assim.
O vídeo de estreia chama-se "Há uma festa  aqui ao lado":

O disco está Excelente!
Fiquem também com a Newsletter:

Agenda - Basorexia Army no Auditório

Basorexia Army - 27 de Maio
Auditório da Associação Cultural Mercado Negro - 22.30h

No sábado vamos ter os Basorexia Army que nos vêm mostrar o seu Electro/Pop/Rock.
As entradas dão direito (limitado ao stock) a um exemplar do seu Cd de estreia.
Vai valer a pena virem conhecê-los!
Não digam que não foram avisados.

Agenda - She is a Girl no Auditório

She is a Girl - Dia 26 de Maio
Auditório da Associação Cultural Mercado Negro - 22.30h
É já sexta-feira, dia 26 de Maio que os She is a Girl vêm até ao Auditório da Associação Cultural Mercado Negro, brindar-nos com o seu Indie Rock.
As entradas não são gratuitas, mas vai valer a pena pagar (menos que o preço de um Gin de marca) para os ver.
Aqui fica uma pequena amostra da sua música, só para vos despertar a curiosidade:

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Rádio Faneca 2017

De 2 a 4 de Junho a Radio Faneca volta a transmitir Alegria.

O alinhamento musical é o seguinte:
Os concertos são gratuitos!

Benjamim e Barnaby Keen editam '1986' a 24 de Maio



'1986', o disco em parceria gravado por Benjamim e o músico britânico Barnaby Keen, é editado digitalmente a 24 de Maio, meses antes do lançamento oficial em vinil. “Dança Com Os Tubarões” e “All I Want” são os novos singles do álbum e, à semelhança de “Warm Blood” e “Terra Firme”, são cantados na língua nativa de cada um dos intérpretes.

‘1986’ é constituído por oito canções escritas e interpretadas por ambos. É um exercício de partilha: Benjamim faz coros em inglês das canções de Barnaby e este empresta o seu sotaque brasileiro quebrado para fazer vozes em português nas canções de Benjamim. Os dois tocam quase tudo nos temas um do outro, escolhendo o melhor das capacidades de cada um, seja no saxofone, no piano ou na bateria.

O álbum foi gravado em duas sessões no estúdio 15A, casa da Pataca Discos e contou com a participação de Sérgio Costa na flauta, Leon de Bretagne no baixo e António Vasconcelos Dias nas vozes.

Os dois músicos, nascidos em 1986, cruzaram-se pela primeira vez em 2012, num cinema de Brixton, no sul de Londres, e selaram amizade a partir do gosto comum por um disco de Chico Buarque. Barnaby Keen viveu no Brasil durante seis meses, onde descobriu o amor pela língua portuguesa e pelos mestres do samba e da bossa nova.

Relativamente aos dois singles, os músicos definem “All I Want” como um tema marcado pelo timbre magnético de Barnaby e por uma batida hipnótica deixada a secar ao sol ao longo de demasiadas horas. “Dança Com Os Tubarões” é a canção solarenga do disco em modo dueto tropical, como se Xabregas fosse o Rio de Janeiro e Lisboa o mundo inteiro. 

A primeira apresentação de '1986' acontece no Festival Músicas do Mundo em Sines, no dia 28 de Julho, com os músicos acompanhados ao vivo por João Correia (bateria), Nuno Lucas (baixo) e António Vasconcelos Dias (bateria).

A data escolhida para esta edição coincide com o aniversário de Benjamim, dando maior simbolismo ao nome do álbum que pode ser ouvido nas plataformas digitais habituais.



MINTA & THE BROOK TROUT EDITAM NOVO EP ROW ...

 .. LANÇAM SLOW EM VINIL E VÃO MOSTRÁ-LOS POR AÍ.

Slow, o terceiro disco de Minta & The Brook Trout e o primeiro com o selo da NorteSul, vai ter reedição em vinil, acompanhada por uma série de novidades.

Depois de um ano bem preenchido, marcado por canções como “I Can’t Handle The Summer” ou “Bangles”, uma série de concertos em Portugal e uma digressão pela Califórnia — na sequência da edição americana, com o selo da Gaylord’s Party Music, de Oakland —, Slow vai agora ao encontro dos amantes de vinil e colecionadores.

Dia 12 de Maio, a rodela preta de Slow vem acompanhada pelas ilustrações originais de José Feitor, que neste formato ganham novo sentido.

Para celebrar esta reedição, a NorteSul disponibiliza um novo EP de Minta & The Brook Trout, em formato digital. Chama-se Row, tem igualmente capa de José Feitor e consiste em 3 canções a meio caminho entre Slow e o próximo disco. Os novos temas - “Tropical Resort”, “So This Has To Do” e “Mild-Mannered Man” - foram escritos por Francisca Cortesão (voz e guitarra) e produzidos em parceria com Mariana Ricardo (voz e baixo), a dupla criativa no centro das operações, e arranjadas em conjunto com o restante elenco de luxo que completa a banda – Bruno Pernadas (guitarra), Margarida Campelo (voz e teclados) e Tomás Sousa (bateria e voz).

O novo EP e a reedição em vinil é pretexto para um novo single de Slow: "In Spain", uma das canções interpretadas ao vivo na recente passagem de Minta & The Brook Trout pelo No Ar, da Antena 3 (que incluiu uma versão inédita de "Walk Like An Egyptian”, das Bangles).

A digressão de Slow continua nesta Primavera com mais concertos, com destaque para a estreia da banda por terras espanholas no UKP Day, o regresso ao Teatro Aveirense e a presença no Super Bock Super Rock, um dos maiores festivais do país.

TOUR COMPLETA

19 de Maio · LISBOA · Festival de Telheiras
26 de Maio · VALE DE CAMBRA · Biblioteca Municipal
27 de Maio · CALDAS DAS TAIPAS · Banhos Velhos
3 de Junho · UKP Day · Ribadavia
22 de Junho · AVEIRO · Teatro Aveirense
8 de Julho · SINTRA · Centro Cultural Olga Cadaval
13 de Julho · LISBOA · Super Bock Super Rock
23 de Julho · VISEU · Festival de Jazz

Agenda - Blind Zero na Fábrica das Ideias

Fábrica das Ideias - 21.30h

Vinte anos de carreira e mais um disco no bolso: os Blind Zero voltaram e vão à Gafanha da Nazaré Há uns meses prometeram novo disco para maio deste ano e, se é verdade ou não, só os Blind Zero podem dizê-lo, já no próximo sábado, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré.
Com vinte anos de carreira e uma legião de fãs que os legitimam, este é o oitavo trabalho de originais da banda nortenha constituída por Miguel Guedes, Nuxo Espinheira, Pedro Guedes, Vasco Espinheira e Bruno Macedo. “Kill Drama II” foi o último disco do grupo, em comemoração dos seus 20 anos de carreira, que incluiu a voz de Sandra Nasic, vocalista dos Guano Apes, no tema “I will take you home”.
Os Blind Zero não foram para casa e prometem, já este sábado, um concerto mais intimista, fruto não só de um disco mais introspectivo, mas também de uma banda que já se tornou madura no rock português.
Os bilhetes custam 10€

Aqui fica um dos vídeos da sua boa carreira:

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Galandum Galundaina em Abrantes - Report

Galandum Galundaina - 13 de Abril - Abrantes
Integrado no "Caminhos do Ferro", ciclo de programação cultural promovido pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, calhou, felizmente, a Abrantes o concerto dos Galandum Galundaina.
A Praça Raimundo Soares acolheu-os com menos gente que o desejado, mas os que estavam eram bons. Se dúvidas houvesse, a urgência de semear cultura e criar públicos na região, é deveras notória. Ainda bem que estes municípios se juntaram e decidiram por mãos à obra. Nascido que sou em Abrantes, o meu desejo é que ninguém desista de fazer algo por esta e pelas outras localidades "Médio Tejanas", pois elas precisam disto

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Anaquim na Fábrica das Ideias - Report

Anaquim - 7 de Abril
Fábrica das Ideias - Gafanha da Nazaré

Já não os via ao vivo há alguns anos, mas foi um verdadeiro prazer reencontrá-los em palco e logo no renovado Centro Cultural da Gafanha da Nazaré que se dá agora pelo nome de Fábrica das Ideias.
Com três álbuns e um EP editados e centenas de concertos por este país, estava mesmo a ver-se que iria ser um grande concerto.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Trêsporcento – Território Desconhecido


Há já muito tempo que o terceiro disco, é considerada a “prova de fogo” de qualquer banda, nem sempre a ele chegam e os casos em que nele se saem com distinção, são até um pouco raros. No caso de “Território Desconhecido” posso desde já dizer que os Trêsporcento passam esta prova com distinção.
 Seria muito mais fácil, continuarem a fazer mais do mesmo e, eventualmente, manterem quem já os admira, a segui-los. Mas o que eles fizeram, foi mandar essa “segurança às malvas" e arriscaram.

Agenda - 47 de Fevereiro no Auditório


Sexta-feira, dia 28 de Abril no Auditório do Mercado Negro às 22.30h
 Eles são:
El Killo; Capitão Moura; Roque Xandeiro; Sargento Zero; Capadócio
e prometem vir abanar o auditório com o seu som poderoso.
O primeiro avanço é este vídeo realizado pelo Augusto Lado e é um pequeno exemplo daquilo que vamos ver e ouvir:


Agenda - The Black Zebra no Auditório

Sábado, às 22.30h, para permitir que a malta veja a bola e possa vir ao concerto, os The Black Zebra vêm ao auditório da Associação Cultural Mercado Negro, apresentar o seu álbum de estreia.
O seu som é poderoso e quem não for ao concerto, vai arrepender-se.
Aqui fica uma pequena amostra da viagem que eles nos vão proporcionar:

Agenda - The Oafs no Auditório

Eles vêm de longe para nos encantar com a sua maravilhosa Indie-Pop.
O concerto vai começar às 22.30h e os bilhetes não são gratuitos.
Aqui fica um dos temas do seu álbum de estreia que eles nos vão apresentar na noite de sexta-feira


THE OAFS
The Oafs formaram-se em 2013 em Vila Franca, Viana do Castelo, como
resultado de uma combinação de diversos gostos musicais. Assumem-se
como uma banda Indie e Folk, através de 4 vozes e instrumentos como o
clarinete, percussão, baixo e guitarra.
“Oaf” caracteriza uma pessoa desajeitada. Com esta descrição o quarteto
pretende apelar à face mais descontraída de cada pessoa, a face que
permite que esta se liberte e aproveite a sua música.
Em finais de 2016 editaram o álbum “My Scars and Stories”, onde:
“contamos histórias e expomos as marcas, boas e más, que nos constroem
como pessoas. Contamos desabafos que nos saem da alma, nos acordam de
noite e nos obrigam a escrever”, revelam os elementos de The Oafs.
The Oafs são:
Eva Gomes: voz, guitarra e percussão
João Dias: guitarra e vozes
Afonso Carvalho: clarinete, percussão, vozes
Raul Carvalho: baixo e vozes

El Rupe – Suite 3,14



Quando a malha está lá, torna-se muito mais fácil escutar um disco do princípio ao fim. Aos primeiros acordes, entramos num espaço aleatório, extremamente sensorial e orgânico. Estamos perante o segundo longa duração da banda vimaranense e que grande disco este.
A viagem psicotrópica começa num Tropical Geometry e a coisa poderia ficar assim de bela, mas estes rapazes sabem criar a atmosfera por mais seis temas, perfazendo os sete do disco. Uma meia hora de uma fluidez tão aprazível, tão densa como mutante, tal e qual a primavera, que em  Guimarães se pode testemunhar.
Para ouvir em qualquer lugar, durante a noite, ou de dia, em viagem ou numa viagem. Suite 3,14, é tão especial, como um rebento de um poderoso trio que tanto tem para dar dar num futuro próximo.
O concerto de apresentação acontecerá na próxima sexta-feira, 28 de Abril, no Café Concerto do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.
Nota: Muito Bom

Westway Lab 2017 - Report

Westway Lab Festival 2017 - 8 de Abril
Texto e Fotos de Miguel Estima

Guimarães continua a ser um pólo catalisador de arte, e, nestes dias de Abril, acontece a cada ano o Westway Lab. Mais do que um festival, este evento é um encontro de músicos e de “gentes” ligadas à música.
Da longa semana de eventos, a minha escolha incide sempre no dia de fecho do certame. É o dia “forte” da programação do festival, com eventos de manhã à noite.
A novidade deste ano - os showcases do gigmit stage, passaram para a cidade, o que se provou ser uma excelente decisão.

6º Aniversário AJA Aveiro - Report

6º Aniversário AJA Aveiro - 1 de Abril
Auditório da Associação Cultural Mercado Negro

Seis anos a lutar pela memória de José Afonso em Aveiro, não é para todos, e ninguém mais do que os membros do Núcleo de Aveiro da AJA, estão de parabéns.
Para marcar a data trouxeram-nos o AP Braga abrir a noite e o Benjamim, acompanhado do António Vasconcelos, a fechar.

sábado, 8 de abril de 2017

The Twist Connection em Aveiro - Report

The Twist Connection – 25 de Março 
Auditório da Associação Cultural Mercado Negro 
Se há coisa que eu não gosto é de ouvir gente nova a dizer: “Ah e tal, dantes é que era bom…”, como se, de repente, todos sofressem de uma “Nostalgite Aguda”, daquelas em que o que era mau no passado se apaga e só nos vem à memória o que era bom.
É verdade que nunca esqueço o passado, pois dele tiro lições para viver melhor o dia a dia, mas importante mesmo é viver o Hoje.
Quem vive muito bem o seu Hoje, são os The Twist Connection, banda coimbrã - composta por Samuel Silva (The Jack Shits, Los Saguaros, Sonic Reverends) nas guitarras, Sérgio Cardoso (É´Mas Foice,Wray Gunn) no baixo e o inefável Carlos “Kaló” Mendes (Tédio Boys, Wray Gunn, Bunnyranch, Parkinsons) nas vozes e bateria – herdeiros de uma longa e bonita história na música portuguesa que nunca se consideram satisfeitos e seguem o seu percurso a criar música, como só eles sabem fazer.

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Agenda - Anaquim na Fábrica das Ideias


Os Anaquim apresentam o novo álbum, "Um dia destes", na próxima sexta-feira, às 21:30, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré.
Os bilhetes custam 8€. 
“Apontar é feio (desapontar-te é pior)” é um dos temas do novo álbum e conta com uma parceria com o Jorge Palma (que não vem na sexta).
Eis aqui o resultado dessa parceria:

Vulto em Aveiro - Report

Vulto - 24 de Março 
Auditório da Associação Cultural Mercado Negro
(Fotos de Estrela Peixoto)
Diz-se "Neboeiro de Ílhavo" e foi um verdadeiro movimento que chegou a contar com duas dezenas de bandas, originárias dessa localidade,  ali entre o final dos anos 80 e quase toda a década de 90.
Os Vulto vêm dessa leva que abarcava vários géneros musicais, sendo deles uma vertente que mistura o Rock quase Metal, com o Punk.
Estiveram parados quase 20 anos, mas, em boa hora, decidiram regressar às "lides" e mostrar ao vivo, a sua enorme energia musical.

quarta-feira, 29 de março de 2017

Agenda - 6º Aniversário AJA Aveiro


O Núcleo da Associação José Afonso Região de Aveiro assinala em Abril de 2017 o seu 6º aniversário. 
Recordando que o nosso compromisso é a divulgação do exemplo de cidadania de José Afonso que como músico e poeta esteve presente na luta de todas as causas solidárias e também apoiar novos projectos musicais, convidamos todos/as a participarem na comemoração do nosso aniversário.
1 de Abril (sábado) 21h45mn
Auditório do Mercado Negro
Concerto com:
AP Braga 
Benjamim e António Vasconcelos Dias 
Entrada: 6 Ajas
Será um prazer contarmos com a vossa presença e tragam outro/a amigo/a também.
Núcleo da Associação José Afonso Região de Aveiro
Aceitam-se reservas, até ao dia 30 de Março, para aja.regiao.aveiro@gmail.com.
No bar do Mercado Negro também se estão a aceitar reservas.
As reservas têm que ser levantadas entre as 17 horas e 20 horas, no local e dia do concerto.

Ghosts Of Port Royal em Aveiro - Report

  
Ghosts Of Port Royal - 10 de Março
Auditório da Associação Cultural Mercado Negro
Prometeram uma noite de Rock com "faca na bota" e a promessa foi cumprida. Donos de um som poderosíssimo, ninguém ficou quieto numa noite em que os decibéis estiveram bem acima. 
Mas, na verdade, também não há melhor forma de ouvir o seu som.
Deixaram tudo em palco, como tem de ser, e não defraudaram todos os fãs que encheram a sala. 
Foi uma noite de Rock, Suor e nenhuma lágrima. Uma noite daquelas que prevalecerão na memória de todos os que tiveram o privilégio de os ver.

Mão Morta em Ponte de Lima - Report

 Mão Morta - Teatro Diogo Bernardes - 3 de Março
Fotos de Miguel Estima

Já li por aí que 2017 vai ser o ano Mão Morta, com o lançamento de um ou mais discos, um regresso anunciado a Paredes de Coura e a estreia no Bons Sons, eu acredito.
Em Ponte de Lima tiveram casa cheia e mostraram como continuam a ser uma banda de referência.
A sua inquietação é sempre de saudar, bem como o facto de não cansarem, nem desiludirem a legião de fãs que os acompanha.
Conto revê-los em palco ainda este ano, por aqui contarei como foi.

Um(a) ao Molhe na VIC Aveiro Arts House

Um(a) ao Molhe - VIC Aveiro Arts House - 7 de Março
Foi no passado dia 7 de Março que o Festival Um Ao Molhe visitou o mais recente espaço de cultura de Aveiro. Para o evento contámos com as construções sonoras de Eosin (um dos projectos de Diana Combo) e com a poesia recitada ou cantada por Ana Deus.
Com duas mulheres de garra, a actuar, e muitas mais a ver, foi uma excelente celebração antecipada do Dia da Mulher.
Eosin nos pratos, foi construindo momentos sonoros que facilmente, poderiam fazer parte da banda sonora de qualquer filme por nós imaginado.
Ana Deus trouxe-nos uma série de poemas, maioritariamente, da sua autoria, acompanhados por imagens por ela coladas e com música pré gravada.
A noite foi memorável e por ela temos de agradecer ao Hugo Branco e ao Manuel Molarinho (mentor do Festival).

Parabéns para ambos e que venham mais noites assim.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Noiserv 12 Anos

Há quem diga que as boas coisas vêm em caixas pequenas, e a maneira que o Noiserv arranjou para comemorar os seus 12 anos de carreira, são a prova disso.
O multi-instrumentista decidiu presentear-nos com uma pen de 4 gigas que replica a mala que o tem acompanhado, desde que começou a espalhar a sua magia musical pelo mundo.
Excepcionalmente até à meia-noite de dia 24 de Março, podem comprar a peça, por 10€ e recebê-la com a sua discografia completa. É caso para dizer que ele é que comemora e nós é que recebemos a prenda. Saibam como aqui.   
A partir daí, se comprarem a peça por 10€, têm direito a um disco à escolha, em MP3. Se for por 20€, levam todos os discos na Flight-Case Pen Drive.
A mim, resta-me desejar-lhe, pelo menos, mais 12 anos de carreira.
Deixo um vídeo daquela que terá sido a canção que o colocou no meu "radar":

oLUDO - Abraço

Acaba de sair "Abraço", o segundo álbum de originais dos oLUDO. Com uma sonoridade que se pode classificar, para quem gosta de classificações, como Indie Pop Rock, encontramos belas malhas de guitarra, com alguma electrónica à mistura que embrulham muito bem as palavras em português com que escrevem as suas canções.
O single de apresentação, com o mesmo nome do disco, é uma boa amostra do que podemos encontrar por lá.
A banda conta com Davide Anjos, João Baptista, Paulo Ferreirim, Nuno Campos e Luis Leal, na sua formação, a completar o "ensemble" contam também com a participação da Teresa Aleixo que "empresta" a sua linda voz a alguns dos temas.
Pelo disco temos mais nove temas que vale a pena descobrir e onde se inclui uma versão do tema "É Tão Bom" da autoria de Sérgio Godinho que está muito boa, por sinal.
Há temas mais acelerados, há temas quase dançáveis e há quase baladas, ou seja, há música feita com muito bom gosto e para todos os gostos.
Agora só têm de os ouvir e deixarem-se enredar pela música.
O disco leva um Para Além de Bom, daqui d'A Certeza da Música.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Agenda - Festival Santos da Casa

Se há coisa da qual me orgulho, é da quantidade de gente boa que fui conhecendo graças a este blog. Da enorme lista que já consigo fazer, dou um particular destaque à dupla composta pelo Fausto da Silva e pelo Nuno Ávila, mestres obreiros do Santos da Casa e incansáveis divulgadores de quase toda a música feita por portugueses.
Com eles tenho aprendido muito e, como tal, não poderia deixar de divulgar mais uma edição do Festival Santos da Casa.
O Santos da Casa, programa de música portuguesa da Rádio Universidade de Coimbra, que vai para o ar todos os dias entre as 19 e as 20h, em 107.9 ou www.ruc.fm, festeja em 2017 as suas bodas de prata. 

Agenda - Bons Sons 2017

11 a 14 de Agosto
Cem Soldos - Tomar
O Festival de Música Portuguesa

Já temos os nomes das banda que vão compor a edição de 2017 do Bons Sons.
Vão ser quatro dias de festa obrigatória para qualquer "gostador" de música feita por portuguesa.
Os bilhetes em venda antecipada custam €20,00 (diário) e €40,00 (passe geral). Em Agosto sobem para os €22,00 e os €45,00. 

Agenda - The Twist Connection no Auditório


Os The Twist Connection vêm apresentar o o seu1º álbum. Stranded Downtown.
O trio de Coimbra é composto por Samuel Silva (The Jack Shits, Los Saguaros, Sonic Reverends), na guitarra, Sérgio Cardoso (É Mas Foice, WrayGunn), no baixo, e Carlos Mendes ‘Kaló’ (Tédio Boys, WrayGunn, Bunnyranch e Parkinsons), na bateria. O som da banda tem forte ligação ao blues e ao garage e um abraço sentido a heróis intemporais ou rock stars seminais, podendo-se recuar e avançar a décadas marcadas pelo rock´n´roll.
O concerto começa às 22h e os bilhetes não são gratuitos.

Agenda - Vulto no Auditório

Os Vulto são de Ílhavo, são uma banda Rock e vêm na sexta-feira dia 24 de Março, às 22horas, mostrar a sua música ao Auditório da Associação Cultural Mercado Negro.
As entradas não são gratuitas.


Agenda - Westway Lab Festival 2017


Westway Lab Festival transforma Guimarães no centro da criação musical
 
 
À quarta edição, que decorrerá de 05 a 08 de abril em Guimarães, o Westway Lab Festival mantém o conceito, mas ganha nova dimensão e novo fôlego. Refaz-se a partir do que já havia construído para crescer. O cartaz é ambicioso e conta uma programação variada que contempla Residências Artísticas, Conferências PRO, Talks, Showcases e Concertos, integrando ainda o cinema, uma novidade que se traduz no concretizar de mais uma relação internacional, desta vez com o reputado South by Southwest Festival (SXSW). Nomes nacionais e internacionais, todos juntos para criar e discutir música e tudo o que esta indústria abarca. O festival, com caraterísticas únicas no país, cresce e estende-se à cidade, que também contribuirá com quatro novos palcos, tornando o festival cada vez mais participado e alargado. Em 2017, o Westway Lab Festival reafirma-se como força criativa, de cariz único em Portugal, envolvendo público e artistas em torno do universo musical.
 

quarta-feira, 8 de março de 2017

Agenda - Ghosts Of Port Royal no Auditório da A.C.Mercado Negro

É já sexta-feira pelas 22.30h que os Ghosts of Port Royal vêm até ao Auditório da Associação Cultural Mercado Negro para uma noite de "Rock'n'Roll com a faca na bota!"
A noite promete.

Agenda - The Sadies em Pontevedra

Começa no dia 4 de Março, a primeira edição das “As Matinés do Principal”, no Teatro com esse no. É um ciclo que promete dinamizar culturalmente a cidade de Pontevedra, num horário menos habitual – ao meio dia (hora espanhola).
Para abrir a programação estará a actriz e cantora madrilena Leonor Waiting, líder dos Marlango.
No dia 1 de Abril a banda canadiana The Sadies, que já tinham actuado em Pontevedra na Sala Karma, regressam com novo disco “Northern Passages”, a ser lançado este mês de Fevereiro.
O ciclo continua com De Vacas no dia 6 de Maio, Delafé, no dia 3 de Junho e Orquestra Os Modernos para fechar este ciclo no dia 4 de Junho.
De referir ainda que existem descontos para os portadores do bilhetes dos espectáculos em restaurantes aderentes da zona

Señoritas em Ponte de Lima - Report


Teatro Diogo Bernardes - 04.03.2017 
Texto e Fotos de Miguel Estima
 No passado sábado, o Teatro Diogo Bernardes em Ponte de Lima recebeu da melhor forma o universo feminino das Señoritas.

Emmy Curl no Smooth March 4 Fundação Maria Cristina - Report

Mercatu Smooth Bar - 3 de Março
Smooth March 4 Fundação Maria Cristina
Toda a gente sabe que adoro música, mas quando vejo a música aliada a boas causas, fico ainda mais contente.
Na passada sexta-feira começou uma "marcha" pela Fundação Maria Cristina que vai durar quase todo o mês de Março.
As sessões começaram com a Emmy Curl que, numa noite de verdadeira invernia, veio aquecer o nosso coração e o das crianças que vão beneficiar com os nosso donativos que vão para a caixinha que está na foto.
Os próximos concertos são:
dia 11 - Jorge Loura
dia 12 - Nuno Norte (era para ser dia 5, mas foi adiado)
dia 17 - Jazz Mooning
dia 19 - AlexandtheBirds
dia 24 - Mano convida RSound
dia 31 - Radjon Haque
Mesmo que não possam ir aos concertos, podem passar todos os dias no Mercatu Smooth Bar e deixar o vosso donativo na caixinha e assim ajudam quem tem Invernos e Verões, bem piores que o nosso...

Lula Pena no Acorda à Tarde - Report

Laboratório das Artes Teatro da Vista Alegre - 19 de Fevereiro
Há momentos na vida em que me sinto verdadeiramente um privilegiado, muitos deles acontecem quando estou a assistir a "viagens" como a que a Lula Pena nos brindou no Teatro da Vista Alegre.
A sala estava esgotada e o espectáculo foi gravado para a RTP e, creio que em breve, muitos vão poder testemunhar a maravilha a que assistimos.

Charanga no Auditório da A.C. Mercado Negro - Report

Auditório do Mercado Negro - 18 de Fevereiro
Sem a quantidade de pessoas que eles mereciam ter a preencher a sala, os Charanga, grandes "subversores" da música inspirada no tradicional, tocaram como tocariam se estivessem milhares a vê-los.
Sempre com um sorriso nos lábios e porem toda a sala a rir, como quem está seriamente a brincar, eles foram fazendo desfilar uma série de tributos ou não fosse o seu mais recente álbum "Tributo a Ti Tobias", também ele um tributo.

Espiral no Auditório da A.C.Mercado Negro - Report

Auditório do Mercado Negro - 17 de Fevereiro
Fotos de Fernanda Pinheiro
Foi uma sala completamente cheia e havida da sonoridade a que se estabeleceu de chamar "música celta" que recebeu o concerto de estreia da nova formação das Espiral.
Anne Clément - flauta de bisel, tin whistle e gaita-de-fole galega Emiliana Silva - violino Sara Louraço Vidal - harpa celta, guitarra, voz e pandeireta galega - trataram de agarrar o público com o seu virtuosismo e encantar desde os primeiros momentos.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Agenda - For Erica


Concerto Solidário por Erica Buettner
Music Box - 25 de Março - 22€
Bilhete 10€ - que revertem na totalidade para ajudar ao tratamento.
Deixo-vos uma das canções que, seguramente, serão tocadas nesta noite: