terça-feira, 18 de julho de 2017

Agenda - 10º Festival Folk Celta


10º Festival Folk Celta dias 27, 28 e 29 de Julho
Praça Terras da Nóbrega -Ponte da Barca

Inserido em plena Reserva Mundial da Biosfera, com as margens do Rio Lima e do seu afluente Vade como cenário, o Festival Folk Celta é organizado pela Câmara Municipal de Ponte da Barca que decidiu este ano estender o evento a três dias.

Agenda - Park Festival 2017

21 e 22 de Julho
Parque Urbano de Paços de Ferreira
ENTRADA LIVRE

É já este fim de semana que começa uma mostra da boa música que vai sendo feita em Portugal. 

Dedicado a talentos emergentes, o Park Festival promete Rockar!

terça-feira, 11 de julho de 2017

Agenda - Festival dos Canais 2017

É já amanhã que começa a segunda edição do Festival dos Canais.
Animação e música por todo o lado, é o que vamos ter de dia 12 até ao dia 16 de Julho.
O programa completo pode ser consultado no site.
As bandas aveirenses vão tocar sempre às 19.30h nas Escadarias do Edifício Fernando Távora.
A partir de amanhã teremos:
12 de Julho - Souq
13 de Julho - Ela Vaz

14 de Julho - The Troublemaker
15 de Julho -  Dre MWK
16 de Julho - Vítor Hugo

Agenda - Cais à Noite


“Cais à Noite” é a grande aposta do 23 Milhas para o verão - Seis noites para dançar na Costa Nova.
 A festa começou com Mirror People no passado sábado. Mas, até Setembro, são ainda mais as razões para ir até ao Cais Criativo da Costa Nova.
A saber:
Sensible Soccers (22 de Julho)
Los Luchos (29 de Julho)
First Breath After Coma (19 de Agosto)
Holy Nothing (26 de Agosto)
White Haus (23 de Setembro)
Todas as noite irão rematar com a animação de vários DJ's.
O “Cais à Noite” abre portas antes do início dos concertos, que começam às 21:30
Os bilhetes estão à venda na Casa da Cultura de Ílhavo, na Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré ou online, em ilhavo.bol.pt.
Cada concerto custa 8 euros, à meia dúzia é mais barato e o bilhete de ciclo custa 40 euros.

Uri Caine Trio no Imaxinasons - Report



Uri Caine Trio abre XIII edição do Imaxinasons 
Texto e Fotos de Miguel Estima
O pianista americano abriu esta décima terceira edição do festival de Jazz de Vigo. Um dos mais importantes músicos do panorama internacional de jazz, contagiou por completo a plateia esgotada neste concerto inaugural.

Uri Caine é conhecido pela fusão de vários estilos americanos desde o blues ao gospel, dando-lhe novas roupagens numa apresentação jazzista. Brincando com uma mestria impar com o piano, acompanhado por Kenny Davis no contrabaixo e Clarence Penn na bateria.

A plateia ficou extasiada, e rendida por completo com o concerto. Uma noite para recordar em mais uma brilhante abertura deste festival de jazz.

Agenda - Festival Jazz e Blues de Pontevedra



O Festival Internacional de Jazz e Blues de Pontevedra completa este ano, vinte e cinco anos de existência. 
Esta edição terá lugar no centro histórico de Pontevedra de 21 a 26 de Julho, tendo como epicentro a Praza da Ferraría e a Praza do Teucro. 
Em forma de celebração do jazz e do blues que preencher a cidade durante a penúltima semana de Julho, este ano o cartaz completa-se com grandes nomes como Cory Henry ou Gregory Porter, não deixando de lado os galegos como o Miguel Lamas que irá abrir a primeira noite de concertos.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Gonçalo Leonardo Quarteto - East 97th

Apreciação de Miguel Estima
A verdade é que tenho andado a ouvir tanta música ao vivo, que não tenho andado muito atento ao que vai acontecendo de lançamento jazzisticos. Este despertou-me logo o interesse, por ter um dos mais brilhantes pianistas que conheço o Yago Vásquez, e por ter sido gravado em Nova Iorque, onde a fama do jazz é mais vincada. E mais um pilha de coisas boas. Meti conversa com o Gonçalo e logo de imediato enviou-me o disco. E vim a descobrir este quarteto fantástico.
Logo de inicio da audição, deparamos com uma sonoridade claramente lusitana. Tem aquele toque de saudade, intrínseco, que percorre os vários segundos como de passos de tratasse numa caminhada pelas ruas da capital. É desse melancolismo, por vezes quebrado pelo piano do Yago como em “easy going”, que esta jornada nos transporta. O contrabaixo do Gonçalo é calmo, sem mostrar uma pujança de líder, conduz o quarteto de uma forma muito bem trabalhada, como em “Train Talk” ou num “Spring Beat”. O clima de festa instala-se no “Just a Folk Song”, terminando este disco com Loken, onde proliferam as improvisações colectivas de todos os participantes sendo eles: André Matos na guitarra e Tommy Crane na bateria, o já mencionado Yago Vázquez no piano e rhodes e o Gonçalo Leonardo no contrabaixo.
Mais um brilhante disco da Robalo Music, a editora mais indie dentro do jazz nacional, que merece todo o nosso carinho pelas excelentes propostas que nos vai apresentando.

Nota: Muito Bom

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Sílvia Pérez Cruz no Teatro Aveirense - Report


Sílvia Pérez Cruz – 26 de Junho 
Teatro Aveirense 
Desde que a descobri e soube que vinha ao Teatro Aveirense, fui espalhando, pela minha “rede” de amigos e não só, que provavelmente ia ser o melhor concerto do ano. Mal sabia eu que as minhas, já altas expectativas, ainda iriam ser superadas.
A sala ficou praticamente esgotada, o que me fazia antever que não era só eu a pensar assim. As caras que fui encontrando deram-me a entender que o Aveirense, nesta noite, era "A" sala da não só da cidade, não só do distrito, mas de toda a região.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Daniel Pereira Cristo na Fábrica das Ideias - Report


Daniel Pereira Cristo – Apresentação de “Cavaquinho Cantado
 9 de Junho - 23 Milhas - Fábrica das Ideias 
A Fábrica das Ideias encheu-se para ver a apresentação do “Cavaquinho Cantado” o excelente disco de Daniel Pereira que, seguindo os sábios conselhos do grande Júlio Pereira e do produtor Hélder Costa, juntou a sua voz ao instrumento de sua preferência.
 Acompanhado por dois ilustres Gafanhões, o André Ramos na Viola Braguesa e o Diogo Riço na Bandola e Guitarra, Catarina Valadas na Flauta e Voz, Ana Conceição no Violoncelo e Voz, David Estevão no Contrabaixo e no Baixo, André NO na Bateria e nas Percussões e João Conceição na Percussão, deram um enorme recital de música tradicional a transitar para linguagens bem mais modernas. O espectáculo não seria tão bom, não fora também o trabalho de Diogo Cocharro no som e Sérgio Lajas nas luzes.

Agenda - Dead Combo no Teatro Aveirense

Dead Combo - Teatro Aveirense - 21.30h
É já sexta-feira que vamos ter a visita dos Dead Combo, em palco vão estar o Pedro Gonçalves e o Tó Trips para nos fazerem revisitar o seu imaginário musical.
Evidentemente é sempre bom vê-los ou revê-los, não faltem.
Os bilhetes custam 8€.

Aqui fica um pequeno "aperitivo":

"Um país abandonado, deixado à mercê de um destino que não se vislumbra no horizonte. 
Um povo descalço, que cai a cada passo que dá, empurrado por uma gigantesca mão feita de aço. 
Paisagens inóspitas arrancadas, à força, do coração de que é feito esta gente. 
Um coração que bate, forte, indestrutível. 
O povo que cai, mas que se ergue sempre após cada queda e continua a caminhar. 
O povo que é o país, o povo que somos nós. 
Todos.
- Dead Combo